Dá asas às tuas paixões

Dá asas às tuas paixões

Enquanto temos paixões e a perseguimos ficaremos bem posicionados. 

“Normalmente, viver de uma forma segura traz, mais tarde, arrependimentos. A todos nós são dados talentos e sonhos. Por vezes os dois não coincidem. Mas com bastante frequência comprometemos ambos mesmos antes de os descobrir. Mais tarde, por mais bem-sucedido que possamos ser, acabamos por olhar para trás, ansiando por aquele tempo em que devíamos ter perseguido os nossos verdadeiros sonhos e talentos, por tudo o que valiam. Não se deixe ser levado a pensar que os seus sonhos ou talentos não são prudentes. Eles não se destinam a ser prudentes. Eles destinam-se a trazer alegria e realização à sua vida”.

Richard Elder

A maioria de nós não segue a sua paixão. Em resultado disso, sentem-se frustradas e infelizes. E podemos ver isso na forma como vivem a sua vida. O editor Malcolm Forbes afirmou. “O maior erro que as pessoas cometem na vida é não tentarem ganhar a vida fazendo o que gostam”. Em resultado disso, tentam simplesmente suportar a sua vida de trabalho, em vez de tirarem o melhor partido dela. Vivem para os fins de semana. Tentam aguentar-se até à reforma. Isso é realmente uma pena porque as hipóteses de sucesso das pessoas são directamente proporcionais ao grau de prazer que retiram daquilo que fazem. Quando se conformem, colocam-se numa posição difícil. Quando seguem a sua paixão, a sua situação melhora.

Tommy Lasorda, o antigo director da equipa dos Los Angels Dodgers, manifestou a sua paixão pelo basebol durante uma entrevista na rádio, depois de ter sofrido uma desmoralizante derrota nos play-offs da liga nacional. Apesar da derrota, ele ainda falava entusiasticamente acerca do jogo. O entrevistador estava espantado e perguntou-lhe como é que poderia estar tão animado depois de ter perdido um jogo tão importante.

“O melhor dia da minha vida é quando consigo vencer um jogo, respondeu Lasorda e o segundo melhor dia da minha vida é quando consigo perder um jogo. A antiga paixão do director era o basebol e a cada dia em que estava envolvido com o jogo era um dia que estava a viver o seu sonho.

O sonhos tornam-se realidade quando os dons são incendiados pela paixão. Quando faz do seu sonho a sua profissão, irá sentir-se realizado na maior parte dos dias da sua vida. O escritor Logan Pearsall Smith observou: Existem duas coisas para se procurar na vida: primeiro, ter o que deseja, e então aproveitar o que se conquistou. Apenas os mais sábios conseguem a segunda.

 

Qual é o tamanho da paixão pelo teu sonho?

Acordar e adormecer a pensar no teu sonho?

Estás disposto a continuar, melhorando as tuas capacidades e atitudes por mais uma década?

As pessoas que realizam o seu sonho respondem sim à pergunta da paixão. Sentem-se incitados a seguir o seu sonho.

Escala da paixão:

  1. A minha paixão é tão forte que incendeia outras pessoas:
  2. Não consigo imaginar a minha vida sem o meu sonho.
  3. Eu sacrificaria, de livre vontade, outras coisas importantes por ela;
  4. A minha paixão entusiasma-me e muitas vezes preocupa-me;
  5. Eu gosto da minha paixão, é um dos meus interesses.
  6. Posso segui-la ou deixá-la;
  7. Prefiro não pensar nela;
  8. Saio do meu caminho para a evitar;
  9. Coloquei-a na lista das coisas que menos gosto;
  10. Prefiro arranjar um dente sem anestesia;

Responde a estas perguntas

Email: coach@flaviagouveialeadercoach.com

 

Leave a Reply

%d bloggers like this: