Os cinco Macacos.. ao lado da oportunidade e nenhum a agarrou…

Os cinco Macacos.. ao lado da oportunidade e nenhum a agarrou…

Quantas oportunidades não agarraste porque não seguiste o teu instinto, a tua intuição.

Cinco macacos são postos numa jaula por um sádico que detesta macacos. Têm comida e água suficiente no fundo da jaula, o que os salva da fome, mas estão obrigados a ter uma vida entediante a olhar pelo vidro todos os dias.  A comida não é grande coisa, mas é suficiente. No cimo da jaula, porém um grande cacho de bananas espera sedutoramente. Uma escada foi posta convenientemente no topo pelo sádico.

Depois de ultrapassar o choque de ser enjaulado, um dos macacos trepam à escada e procuram chegar a uma banana. De repente uma mangueira de incêndio aparece do nada. O Macaco no cimo da escada fica encharcado com água fria, mas não é só ele – todos os outros macacos também estão encharcados, num exercício de punição de grupo pelos pecados de um macaco amante da liberdade.

Nos dias seguintes a experiência repete-se muitas vezes. Um macaco dá uma corrida até ás bananas, o bando de macacos ficam todos encharcado, e pouco depois o grupo começa a dar uma tareia no macaco que foi suficientemente corajoso para subir a escada. As Bananas continuam no cimo, mas fora do alcance. Os macacos aceitam relutantemente o destino de viverem uma vida sem bananas, Até que um dia a experiência muda. O sádico tira um macaco da jaula e substitui-o por outro. Desconhecendo a consequência de levar um banho de água fria, o novo macaco começa imediatamente  a subir a escada em busca de uma banana; os restantes macacos puxam-no para baixo antes de chegar ao topo, e o bando acostuma-se outra vez.

No dia seguinte outro macaco é substituído, e depois outro, e o processo repete-se: o macaco novo vai na direcção das bananas, é derrubado e adaptar-se. Após cinco dias, não resta nenhum macaco do bando inicial, e nenhum macaco chegou a ficar encharcado com água fria – mas todos os macacos sabem que não devem subir a escada. Um dos macacos pergunta por fim:

  • Então porque é que não podemos comer as bananas?

Os outros encolhem os ombros e dizem:

  • Não sabem, só sabemos que não podemos.

Tal como o macacos, quantas vezes nem tentas porque ouves à tua volta que não vale a pena?!

Quantas oportunidades não agarraste porque não seguiste o teu instinto, a tua intuição.

Existe nenhuma jaula à tua volta, mas provavelmente ainda não “deste aquele passo, por medo das consequências mesmo que elas sejam totalmente ilusões.

 

Fonte: A arte do inconformismo Cris Guillebeau

Leave a Reply

%d bloggers like this: