O Poder da Meditação na Produtividade

O Poder da Meditação na Produtividade

Apesar de muitos artigos e livros que apregoam os benefícios da meditação – Dormir melhor! Mais saúde! Gratidão! Concentração! Produtividade! – demorei imenso tempo até o conseguir fazer.
Ficava irrequieta e nunca “tinha tempo”. Qual meditação, qual quê!
“Caminhar conta? Correr? Andar de bicicleta? Nadar? Praticar ioga? E escrever no diário?”, perguntei ao meu amigo João, que estudou meditação quando vivia num mosteiro na Tailândia. A sua resposta foi um retumbante não a todas as minha hipóteses. “Fica quieta” disse-me. “Essas actividades todas são só mais formas de “agir”.
Só depois de a minha vida ficar virada ao avesso quando já trabalhava por conta própria a tempo inteiro há dois anos, é que me voltei para a fronteira final do que talvez aliviasse o meu profundo desconforto: a meditação. João ensinou-me a prática simples para começar: sentar-me de olhos fechados e manter uma respiração regular e constante, ao mesmo tempo que repetia o mantra: “Subir, descer, sentar.” Comprometi-me a uma prática diária que duraria entre 5 a 30 minutos. Reforcei o meu hábito, acrescentando-o à minha lista de afazeres. Não tardei a sentir um enorme alívio por, nem que fosse apenas 10 a 20 minutos por dia, conseguir encontrar um centro sossegado e calmo e aceder à minha sabedoria interna. Estas sessões recarregavam a bateria do meu cérebro, que de piscar a vermelho  passava de novo a um verde luminoso de 100%. Desde então, a meditação tornou-se a parte mais importante do meu dia. Muitas pessoas de sucesso incluindo Gisele Bundchen – refere que a meditação é uma componente crucial da sua rotina diária e um poderoso factor do êxito das suas prosperantes carreiras. Um amigo próximo descobriu a meditação depois de ter um ataque de pânico no decorrer de um programa de televisão que estava a apresentar em directo. Muitas empresas, hospitais e o exercito promovem também a meditação, com salas silenciosas, aulas e sessões de grupo para funcionários.
Mesmo que a prática da meditação lhe tenha escapado até agora, encojajo-o a experimentar, durante pelo menos 10 minutos, um momento tranquilo de olhos fechados pela manhã; há estudos que demonstram que bastam 10 a 12 minutos por dia para melhorar a atenção e a memoria activa. Quando damos a volta, práticas  como esta aguçam-nos a concentração, reduzem o stress e proporcionam-nos a vantagem criativa de que precisamos.
Dê à sua sabedoria interior o respeito da indagação.

Leave a Reply

%d bloggers like this: