Como cria sintonia com o outro?

Como cria sintonia com o outro?

“Não somos o centro do mundo. Os outros, quando lidam connosco, não têm razão nenhuma para terem uma impecabilidade e uma concentração absoluta nos pormenores. É bastante razoável que estejam a pensar noutra coisa. Que tenham os seus próprios problemas.”

Procura estar em sintonia com os outros?
Os indivíduos confiantes e seguros estão extraordinariamente conscientes das emoções dos outros, o que ajuda a harmonizar os seus relacionamentos. É um erro comum tratar-se todos de igual forma, sem atender às suas especificidades, pensando que assim é que está correcto.

Possuí uma forte consciência de si mesmo?
Pessoas portadoras de um certo íman social têm um forte sentido de si. Embora receptivas a outras ideias, não são facilmente seduzidas. Procuram clarificar o que é significativo, tornando mais fácil aceitar ou rejeitar influências.


Mantém um sentido de perspectiva?
Pessoas equilibradas dão pouca importância aos contratempos, tratando-os como falhas a corrigir e não como sinais de desistência. Mantêm um sentido muito apurado de bomsenso, não acusando outros das desgraças ou culpando alguém.

Escolhe estar no centro de actividade?
Estar no centro da actividade, disposto a ser alvo de pressões ou, pelo contrário, manter-se em segundo plano criando um low profile poderá ser uma escolha pessoal. O mais difícil será naturalmente uma situação de equilíbrio.

Está atento a tudo o que se passa à sua volta ou só ao que interessa?
Quando oferecemos compreensão e a recebemos em troca, é mais fácil ocuparmo-nos dos outros, respeitando a dignidade e dando a cada um espaço na nossa convivência.

Sugestões que pode usar para criar sintonia com o outro – Prática da Escuta Activa

– Esclareça qualquer situação ou mal entendido que possa existir;
– Perceba bem as palavras escolhidas;
– Não interrompa o raciocínio da outra pessoa;
– Encoraje ao feedback, viva o momento presente (quantas vezes está numa conversa e sente que o outro está a pensar em tudo menos o que está a dizer. Hoje estava a ouvir a entrevista de um antigo politico que referiu durante a sua actividade muitas vezes estava com presidentes das Câmara e quando estes estavam a falar ele dizia “sim a tudo”, mas não estava de todo a ouvir. O facto de dizer “sim a tudo” o que não estava a ouvir mais tarde acabava por criar situações menos positivas para ele e para a sua equipa. Atenção aos “sim’s” da sua vida, o facto de estar atento ao que o outro diz dá a sensação que estamos a viver o momento e cria feedback;

– Desenvolva cumplicidade;
– Ofereça confiança, confidencialidade

Agende a Sua sessão Agora:
email: coachflaviagouveia@gmail.com
Skype: flaviao.gouveia
Telemovel: 962595029

Leave a Reply

%d bloggers like this: